ParáPolícia

Quadrilha toma ruas e assalta banco em Cametá, no Pará, em ação parecida com a que ocorreu em Criciúma

Assim como na cidade catarinense, criminosos usaram reféns de escudo e atacaram um quartel da PM. Uma pessoa morreu. Segundo governador, ladrões erraram cofre e não levaram nenhum valor.

Assaltantes deixam o banco do Brasil todo destruindo, após o assalto. Foto: Reprodução.

Um bando armado assaltou três agências bancárias em Cametá, no nordeste do Pará. O ataque, no estilo “novo cangaço” ou “vapor”, começou no final da noite desta terça-feira (1⁰) e entrou pela madrugada. A ação durou mais de uma hora. Os bandidos fizeram reféns, acuaram a Polícia Militar, destruíram agências e caixas eletrônicos. Terror que lembrou o assalto a bancos em Criciúma, no dia anterior.

Um dos momentos que os assaltantes fazem os reféns de escudo humano. Foto: Reprodução.
Ainda na madrugada desta quarta (2), o governador Helder Barbalho comunicou, pelo Twitter, que estava mobilizando a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). “Não mediremos esforços para que o quanto antes seja retomada a tranquilidade e os criminosos sejam presos. Minha total solidariedade ao povo cametaense”, disse.
Governador Helder Barbalho e equipe da Segurança Pública do Pará se reúnem em agência bancária atacada por criminosos em Cametá (PA). — Foto: Ascom/Governo do Pará
Nas redes sociais, a população expressava o desespero e mostrava imagens do bando criminoso. Alguns reféns eram colocados nos capôs dos carros. Sitiaram Cametá de modo que a Polícia Militar só conseguiu começar a reagir de fato quando o ataque estava chegando ao fim. Em vários carros, para confundir policiais que estavam nas ruas, os assaltantes atiravam a esmo e explodiam bombas em pontos aleatórios.
O bando criminoso fugiu com os reféns pela estrada e os deixaram no meio do caminho. As buscas contam com reforço aéreo e pelas águas. (Fato Regional e G1 PA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo