CidadesEducaçãoNoticiasRedenção

REDENÇÃO: Prof. Vanderly Moreira vai à Câmara esclarecer dúvidas sobre projeto que cria Fundo Municipal de Cultura

Após reunião com secretário, vereadores se comprometeram a colocar projetos para votação ainda este ano

Este ano a Secretaria Municipal de Educação e a Secretaria Municipal Cultura foram fundidas e tornaram-se Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Lazer (SEMEC). A medida foi necessária para dar maior dinâmica e garantir maior celeridade nos serviços oferecidos à população, além de conter e reduzir despesas. O titular da pasta é o Prof. Vanderly Moreira, que respondia pela Secretaria de Educação desde 2016.
Por ser a responsável pela condução da política cultural do município, a SEMEC enviou, em setembro deste ano, dois projetos de Lei à Câmara Municipal de Redenção para apreciação e votação dos vereadores. O primeiro, enviado dia 15 de setembro pede a criação do ‘Fundo Municipal de Cultura’, já o segundo projeto, que foi apresentado ao Poder Legislativo no dia 20 do mesmo mês ‘Possibilita a cultura municipal a receber patrocínios de empresas e entidades privadas’.
Na última terça-feira (19), o Prof. Vanderly Moreira e diretores da Cultura, foram à Câmara Municipal para tirar dúvidas sobre os projetos enviados ao Poder Legislativo. Eles se reuniram com os vereadores Ricardo Pull, Joás Possidônio, Leonardo da Saúde, Raytane Freitas, Rener Miranda, Paulo CDE, Valcir Brito e Evilázio Chaves.
O Prof. Vanderly Moreira explicou que o Fundo Municipal de Cultura será o principal instrumento de financiamento de políticas públicas de cultura em Redenção, com recursos destinados a programas e projetos culturais locais. “Achei bastante positiva essa reunião com a Câmara, pois nossa cidade precisa com urgência alavancar a cultura e esta foi a forma mais rápida de angariar recursos para executar projetos para o lazer de nossa população”, disse Vanderly.
Os vereadores demonstraram-se bastante convencidos dos argumentos e afirmaram que a Câmara vai avaliar e fazer os ajustes necessários e colocar os projetos para votação ainda este ano. Paulo Carrion

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar