NoticiasParáPolícia FederalPolitica

Polícia faz buscas em operação que investiga irregularidades nas compras de respiradores no Pará

Buscas se concentram em endereços do secretário de Saúde do Pará, Alberto Beltrame, em Porto Alegre. No início do mês, polícia já havia cumprido mandados para investigar fraudes na compra dos equipamentos.

A Polícia Federal saiu às ruas nesta terça-feira (23) para cumprir mandados de buscas em operação que investiga irregularidades nas compras de respiradores pelo governo do Pará. As buscas se concentram em endereços do secretário de Saúde do estado, Alberto Beltrame, em Porto Alegre. Ele também é presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass)

A ação desta terça é um  desdobramento da operação Bellum, que no dia 10 de junho cumpriu 23 mandados de busca e apreensão para levantar provas sobre as suspeitas de fraude na compra de equipamento de combate à pandemia do novo coronavírus.

Beltrame já havia sido alvo da Bellum, no início do mês, assim como o governador do Pará, Hélder Barbalho (MDB).

Os mandados desta terça foram autorizados pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Operação Bellum

 

Indícios levantados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) apontam que o governador tem relação próxima com o empresário responsável pela concretização do negócio de compras de respiradores.

As investigações apontam, ainda, que Helder Barbalho sabia da divergência dos produtos comprados e da carga de ventiladores pulmonares inadequados para o tratamento da covid-19 que foi entregue ao estado.

Além do contrato dos respiradores, a organização ligada ao empresário foi favorecida com uma outra contratação milionária, cujo pagamento também foi feito de forma antecipada, no valor de R$ 4,2 milhões, segundo as investigações.

(G1)

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar