ParáPolitica

Ministério Público Eleitoral pede a cassação de Helder Barbalho e Lúcio Vale

O Ministério Público Eleitoral pediu ontem (17) a cassação do diploma do governador Helder Barbalho (MDB) e do vice Lúcio Vale (PL) por abuso do poder econômico e uso abusivo dos veículos do grupo Rede Brasil Amazônia, da família Barbalho, na campanha eleitoral de 2018.
A sentença conclui:
“Ante o exposto, a Procuradoria Regional Eleitoral se manifesta pelo conhecimento e procedência da ação de investigação judicial eleitoral pela utilização indevida de veículos ou meios de comunicação social e abuso de poder econômico, com a aplicação das sanções de cassação de registro/diploma e decretação de inelegibilidade por 8 (oito) anos para os beneficiários e responsáveis pelos ilícitos no contexto das Eleições de 2018 no Estado do Pará”, opina o procurador regional eleitoral  Felipe de Moura Palha e Silva.
(Amazon Live)

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar