AcontecimentosCidadesCurionópolisNoticiasPolitica

CURIONÓPOLIS: Briga política pode estar por traz da não liberação do projeto Serra Leste

Curionópolis perde R$ 3 milhões mensalmente com a paralisação do projeto Serra Leste

Além da demissão de servidores públicos e redução de serviços da prefeitura, o comércio também é afetado

O sentimento da população do município de Curionópolis, sul do Pará é de que as brigas políticas estão prejudicando a população, pois os motivos que estariam por trás da não liberação da licença ambiental, autorizando o funcionamento do projeto Serra Leste são as manobras de grupos políticos contrários ao funcionamento do mesmo.
Diante do impasse, desde dezembro do ano passado Curionópolis deixou de receber mensalmente cerca de R$ 3 milhões que eram repassados ao município, provenientes do funcionamento do Serra Leste. O impacto atinge frontalmente obrigando a prefeitura a fazer demissão de servidores públicos. Além disso, investimentos na educação, saúde e infraestrutura caíram drasticamente porque impostos como CFEM, ISSQN e ICMS, provenientes do funcionamento da mineradora, deixaram de ser recolhidos.
Além do prejuízo na captação de tributos, a população também é atingida com o aumento do índice de desemprego. O Serra Leste está com a produção paralisada desde julho de 2019. O motivo é a falta de licença ambiental que deveria ter sido concedida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

O prefeito Adonei Aguiar luta de forma incansável pela liberação do projeto Serra Lesta

REIVINDICAÇÃO: No dia 12 de dezembro de 2019, uma comissão acompanhada pelo prefeito de Curionópolis, Adonei Aguiar (DEM), esteve em reunião na Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA), com parlamentares, para levar a reivindicação de moradores e trabalhadores do município, solicitando agilidade na retomada das atividades do Projeto Serra Leste.

MANIFESTAÇÕES: Uma comissão foi formada por representantes de entidades e associações de classe do município de Curionópolis, como a Associação Comercial e Industrial de Curionópolis (Acic), Associação de Mototaxistas, Associações de Bairros, Conselho de Pastores, Associação de Mulheres e outros, que luta pela retomada projeto.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar