CidadesPolíciaSantana do Araguaia

SANTANA DO ARAGUAIA: Acusados de roubo de gado são presos

Segundo a polícia, suspeitos foram abordados quando trafegavam pelo município com um caminhão carregado com gado roubado

Membros de uma quadrilha especializada em roubo de gado foram presos em operação conjunta da Polícia Civil e da Polícia Militar, na última terça-feira (12), no município de Santana do Araguaia, extremo-sul do Pará. Hélio Júnior Barros da Silva, Idebraldo Barcelos Rodrigues, Marcos Antônio de Souza Queiroz e Ilson Alves de Farias foram abordados pela Polícia, quando trafegavam pelo município com um caminhão carregado com gado roubado no município vizinho de Conceição do Araguaia.

O bando é acusado de roubo de gado em várias oportunidades e em diversas propriedades rurais da região, inclusive no vizinho Estado do Mato Grosso. Os serviços de inteligência da Polícia Militar e da Polícia Civil do Pará e da Com a quadrilha, a polícia apreendeu armas, munições e um caminhão carregado com o produto de rouboPolícia Civil do Mato Grosso, monitoravam a quadrilha há algum tempo, culminando na prisão desta terça-feira.

Com a quadrilha, a polícia apreendeu armas, munições e um caminhão carregado com o produto de roubo

Nas investigações, a polícia descobriu que o caminhão com os animais roubados passaria por Santana do Araguaia e montou uma barreira na BR-158, onde interceptou o veículo. O motorista do caminhão disse aos policiais que o destino dos animais roubados seria uma fazenda no Distrito de Vila Mandi, zona rural de Santana.

Os investigadores descobriram que o bando tinha um esquema bem organizado de divisão de tarefas, desde o furto dos animais, transporte e distribuição do produto do roubo em Vila Mandi.
O caminhão, com a carga de animais roubados, foi apreendido pela Polícia. Assim como armas de fogo e munições encontradas de posse da quadrilha: uma espingarda calibre 12, com 11 munições; uma espingarda calibre 20, com cinco munições; e um revólver calibre 38, com cinco munições. As armas estavam na casa de Ilson Alves que, além da acusação de roubo de gado, responder é também por posse ilegal de armas de fogo.

A prisão dos quatro acusados se deu em cumprimento a mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça do Pará. Participaram da operação policiais do Grupo Tático de Operações (GTO) da Polícia Militar e homens da Polícia Civil do Pará.
Segundo informações das autoridades de segurança, as investigações vão continuar para identificar outros integrantes da organização criminosa.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar