Pará

Oficiais da PM e pilotos de helicóptero foram resgatados após pouso forçado em área isolada

Uma força tarefa localizou e resgatou na última terça-feira (8), o comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar (15ºBPM), major Jorge Campos, e o capitão Eder Santos, subcomandante do batalhão, que estavam desaparecidos desde à tarde do último domingo (6) após realizarem uma viagem de helicóptero. Além dos oficiais, os outros dois passageiros da aeronave também foram localizados sem ferimentos.

Os dois militares do 15º Batalhão tinham ido participar de uma missão de combate à criminalidade em Jacareacanga, no sudoeste do estado, e voltavam para Itaituba, também na mesma região, em uma aeronave particular. O helicóptero decolou no domingo, às 15h45min e, durante o trajeto, por razões de segurança, devido ao mau tempo, a aeronave precisou realizar um pouso de emergência em um banco de areia.

Segundo a Polícia Militar, o local fica há cerca de 75 quilômetros do aeroporto do município de destino e é cercado pelo Rio Tapajós e mata fechada. Após o pouso de emergência, o piloto não conseguiu decolar e nem restabelecer a comunicação para solicitar o resgate.

Em decorrência do desaparecimento da aeronave, o comandante-geral da PM, em conjunto com o Comando do CPR X e Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup-PA), imediatamente solicitaram apoio da Força Aérea Brasileira (FAB), Exército Brasileiro e Corpo de Bombeiros Militar (CBM), bem como determinaram o início das buscas por parte do efetivo policial na região.

Por volta das 3 horas de ontem, um avião da FAB localizou o helicóptero e enviou, em seguida, uma equipe de resgate que conseguiu encontrar os ocupantes próximos à aeronave. Apesar do susto, todos os passageiros estavam com vida e sem ferimentos. Eles passaram por avaliação médica e já retornaram para suas casas.

Segundo a Polícia Militar, a fim de conversar com oficiais envolvidos no incidente, o comandante-geral da corporação, coronel Dilson Júnior, realizou uma reunião por videoconferência com a participação do governador do estado, Helder Barbalho; o titular da Segup, Ualame Machado; o Chefe do Estado Maior-Geral, Ronald Botelho; o Chefe do Departamento Geral de Operações (DGO), coronel Pedro Paulo; e o comandante do CPR X, tenente-coronel Pedro Coelho.

Durante reunião, o Coronel Dilson Júnior aproveitou a oportunidade para agradecer o apoio das Forças Armadas que, de imediato, atenderam a solicitação da Polícia Militar nas buscas pelos passageiros. O coronel disse ainda que a rapidez durante o resgate é fruto da credibilidade que a corporação tem como força auxiliar do Exército Brasileiro.

O governador do estado, Helder Barbalho, externou alegria ao saber que os oficiais estão bem. ‘’Todos nós ficamos angustiados com as informações sobre o desaparecimento e por saber que a região é densa em floresta. Porém, eu fiquei profundamente feliz com a notícia de que vocês tinham sido encontrados e com saúde’’, declarou o governador.

Em entrevista, logo após chegar ao aeroporto de Itaituba, o comandante do 15º BPM, major Jorge Campos, disse que o tempo está limpo quando eles decolaram de Jacareacanga. No entanto, no meio do percurso, o tempo se fechou e o piloto da aeronave achou prudente pousar.

Por ser uma área de floresta densa, o piloto conseguiu localizar em um banco de areia, às margens do rio, onde fez o pouso. “Nós ficamos lá, aguardando, porque tínhamos certeza que o logo nosso desaparecimento seria notado e iam nos procurar. Na segunda, o resgate não veio e nós começamos a ficar preocupados, porque não tínhamos alimentos e a área é completamente isolada. Fizemos uma fogueira e, na madrugada de hoje [ontem], ouvimos o barulho de avião. Aumentamos a fogueira e a aeronave passou por cima de onde estávamos. Isso nos fez ter certeza que tínhamos sido localizados”, relatou o oficial.

(zédudu.com.br)

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar