AcontecimentosCidadesNoticiasXinguara

Cavalgada Ruralista de Xinguara tem número recorde de participantes

Cavalgada desfilou pelas principais ruas e avenidas da cidade

A 22ª Cavalgada Ruralista de Xinguara abriu oficialmente a FAX, Feira Agropecuária de Xinguara, no último sábado (7).
O dia da comemoração à Independência do Brasil começou no pavilhão do Parque Orlando Quagliato onde foi hasteada a maior bandeira do país da região Norte, com 12 metros de largura por 8 de altura. Mulandeiros acompanharam a execução do hino nacional representando os 26 estados e o Distrito Federal. Na ocasião foi inaugurada a nova avenida do Parque de Exposições que ganhou o nome do empresário e pecuarista João Franco da Silveira Bueno.

Em seguida, cerca de 3 mil cavaleiros em 34 comitivas, dez a mais que no ano passado, desfilaram pelas principais ruas e avenidas da cidade. Um desfile democrático com bovinos e equinos de diferentes raças, cores e porte e cavaleiros e amazonas de todas as idades e estilos.
A Cavalgada é esperada por toda a região sul e sudeste do estado. Comitivas inteiras vêm de cidades vizinhas para participar.

Hasteamento da bandeira do Brasil fez parte do evento

“Trouxe a comitiva do Frigorífico Rio Maria, já tem muitos anos que participo. Não tem nenhuma cavalgada igual a de Xinguara, falo isso, sempre, por onde passo”, contou Roberto Paulineli, empresário de Rio Maria.
“A cavalgada de Xinguara é muito bonita, o Sindicato está de parabéns”, falou o vice-presidente do Sindicato Rural de Redenção, Marcio Borges.

Uma multidão se reuniu, principalmente na avenida Xingu, para assistir. Muitas pessoas ficaram acampadas durante toda a semana que antecedeu para garantir um lugar.
“A cavalgada é um símbolo da pecuária, é a maior do Brasil. Ainda bem que moro aqui e posso acompanhar”, disse o veterinário Bruno Grisoste.Tudo começou em 1998, quando o Sindicato Rural de Xinguara resolveu desfilar pelas ruas com os animais para chamar a população para a feira agropecuária. Naquele ano reuniu cerca de 800 cavaleiros. De lá para cá, o evento cresceu e hoje é um dos maiores da região Norte e passou a ser o marco inicial da FAX que já está em sua 22ª edição.

Cerca de 3 mil cavaleiros em 34 comitivas, participaram da cavalgada

“Estou muito feliz em ver nossa cidade tão organizada e visitada. Participei de todas as cavalgadas. É muito bom ver que a semente que foi plantada lá atrás continua dando frutos. A atual administração do Sindicato Rural está de parabéns por manter nossa exposição como a maior e melhor do sul do Pará”, enfatizou o prefeito de Xinguara, Osvaldinho Assunção.
Alguns deputados estaduais e um federal prestigiaram a festa.
“Fiquei completamente apaixonado, tive a oportunidade de participar cavalgando. Uma experiência que todo brasileiro deveria ter”, pontuou o deputado estadual, Gustavo Sefer, PSD.

Churrasco foi oferecido pelo Sindicato Rural

“É o meu quarto ano consecutivo nesta que é uma das maiores e melhores cavalgadas do Brasil. A cada ano superando em organização e público, fortalecendo o agronegócio , dando visibilidade a esta região tão promissora para o estado e para o país” contribuiu a deputada estadual Cilene Couto, PSDB.
“Este é meu 13º ano consecutivo aqui. Xinguara está na minha agenda de trabalho e compromisso. É um prazer estar de volta neste evento que reúne toda a população não só da cidade, mas de toda a região”, acrescentou o deputado federal Cássio Andrade, PSB.

Queima do alho é tradição na abertura da FAX

Cinco jurados votaram, no fim do percurso, quesitos como organização e apresentações individuais. Os campeões serão anunciados e premiados na inauguração do rodeio durante a semana.
Ao final do trajeto os participantes foram recepcionados com o maior churrasco do Pará. A tradicional Queima do Alho ofereceu 2 toneladas de carne num cardápio com carneiro, costela e leitoa fogo de chão, leitoa à paraguaia, picanha serenada, linguiça, frango e abacaxi.

“São mais de cem pessoas envolvidas. Começou com um grupo de amigos e hoje tomou essa proporção”, explicou Rafael Dantas, um dos organizadores do churrasco.
Para Joel Lobato, foi um dia de encher o sindicato de orgulho. “Batemos o recorde em número de cavaleiros, em público. O envolvimento da sociedade de Xinguara e do Pará é gratificante”, falou o presidente do Sindicato Rural de Xinguara.
Este foi só o primeiro dia de uma semana inteira de programação, com leilões, exposições e shows.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar