AcontecimentosSão Felix do Xingu

SÃO FÉLIX DO XINGU: Prefeitura contrata show por mais de R$173 mil, mas justiça proíbe evento

Além de não ter autorização ambiental o dinheiro gasto no evento poderia estar sendo investido na reforma de escolas e unidades de saúde, afirma MP

Praia do Pedral, em São Félix do Xingu

É comum em anos de véspera de eleição gestores buscar forçar a barra de alguma forma para impressionar o eleito e a promoção do conceito pão e circo é uma das mais usadas na região, quando prefeitos investem altas cifras na contratação de shows nacionais para tentar impressionar a população de suas cidades. Porém, finalmente o sul do Pará viu a primeira decisão que visa coibir esse tipo de atitude que foi em São Félix do Xingu.

A cantora Joelma teve o seu show cancelado.

Na última sexta-feira (12), a Justiça Estadual acatou pedido do Ministério Público do Pará (MPPA) e cancelou show da cantora Joelma na Praia do Pedral, no município de São Félix do Xingu, no Sudeste do Estado, agendado para esta sexta-feira (12). O local da apresentação seria em uma área de preservação permanente.

O cancelamento foi solicitado pelo promotor Carlos Fernando da Silva. Segundo a promotoria, a prefeitura não apresentou licença ambiental e o município não consegue arcar com despesas básicas na área de educação e saúde.

De acordo com o pedido do MP, nenhuma outra programação do evento Veranejo 2019 foi autorizada pela Justiça no local.

A Justiça determinou, segundo o Ministério Público, que a prefeitura suspenda o repasse de qualquer pagamento relacionado à contratação de artistas para o evento, sob pena de multa de R$200 mil por dia em caso de descumprimento.

O MP informou que, no início do mês, a prefeitura anunciou a instalação de uma megaestrutura às margens do rio Xingu para o evento, previsto para ocorrer em todos os finais de semana de julho.

A estrutura do evento prevê bares, restaurantes, banheiros, instalação de tendas e equipamentos de som e iluminação de grande porte. Na programação estavam ainda outros artistas locais, além de torneio de voleibol, entre outros.

Segundo o Ministério Público, a prefeitura contratou uma empresa, por meio de licitação, pelo valor de R$173.400,00.

Enquanto muitos setores da administração municipal funcionam de forma precária, os prefeitos tentam mostrar o contrário na hora de contratar shows.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar