Esportes

Independente perde para o Paysandu, mas está classificado para a final do Parazão

Por ter vencido por 3 a 1 no primeiro jogo, a derrota por 1 a 0 na Curuzu faz o Galo Elétrico enfrentar o Remo na final

Apesar ter sido derrotado por 1 a 0 na Curuzu, o Independente garante a vaga para a final do Parazão. Agora, o time de Tucuruí enfrenta o Remo pelo título do estadual. O Paysandu faz a disputa de terceiro colocado contra o Bragantino. A partida teve emoção até o seu último minuto. Precisando vencer por dois gols de diferença para levar a disputa da vaga para a cobrança de penalidades, O Papão pressionou o máximo que pode. Teve chance de abrir o placar no primeiro tempo com Micael, de cabeça. Mas só alcançou o gol com Caíque, aos 6 minutos da etapa complementar. Teve a chance de fazer o segundo no Nicolas, mas Jari evitou. O Galo Elétrico jogou nos contra-ataques e desperdiçou duas grandes chances. A primeira com Joãozinho, na etapa inicial, e Cabecinha, no segundo tempo.
Com a missão de vencer por dois gols de diferença para levar a disputa da vaga para a final para os pênaltis, o Paysandu iniciou a partida pressionando o Independente. Tanto que logo de início quase marca o primeiro gol com Micael, de cabeça. O Galo Elétrico deu a resposta com Joãozinho, que, livre, acabou chutando para fora. Depois o que se viu na Curuzu foi um Papão atacando desorganizadamente e explorando excessivamente os cruzamentos, enquanto o time de Tucuruí explorando os contra-ataques puxados por Joãozinho e Araújo, mas sem muita efetividade.
O Paysandu foi para o abafa. Precisando parcar dois gols em 45 minutos para evitar a eliminação direta para a final contra o Remo, o time bicolor continuou forçando as jogadas aéreas contra a meta de Redson. E foi em um cruzamento que o Papão alcançou o gol com Caíque, aos 6 minutos. O Galo Elétrico continuou tentando chegar ao gol nos contra-ataques, como aconteceu com o Cabecinha, que livre chutou cruzado e Micael afastou. A chance de garantir o segundo gol do Papão foi com Nicolas. O meia-atacante recebeu dentro da área e pegou forte. Jari saltou na frente da bola, evitou o gol e garantiu o Independente na final do Parazão

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar