CoronavírusParáSão Felix do XinguTerras Indígenas

Recém-nascido indígena testa positivo para Covid-19 e família não aceita transferência para hospital de alta complexidade

Outros indígenas da aldeia Moikarakô testaram positivo para Covid-19

Um recém-nascido indígena, de apenas 18 dias de vida, está internado com Covid-19 no Hospital Municipal Orzeu Jonas Guida, em São Félix do Xingu. A criança deu entrada no hospital no último dia 29 de maio e foi realizado o teste para Coronavírus testando positivo, a criança está com o quadro de saúde complicado e foi feita a regulação para transferência para um hospital de alta complexidade.

Na manhã desta sexta-feira (12) foi disponibilizada uma vaga em um hospital em Belém, o sistema municipal de saúde providenciou uma UTI Móvel para que seja feito o transporte do recém nascido para capital, mas a família não aceitou que a transferência fosse feita, e a criança continua internada no Hospital em São Félix do Xingu.

O índio é da etnia Kaiapó, da aldeia Moikarakô, ele nasceu prematuro, com apenas sete meses e meio de gestação.

Técnicos de saúde da Casa de Apoio à Saúde Indígena (CASAI) acreditam que a criança possa ter contraído o vírus após seu nascimento de índios de dentro da aldeia, onde existem outros casos positivos.

Enfermeiros que trabalham no CASAI tentam convencer á família do índio para que ela aceite a remoção do mesmo para o hospital em Belém.

(Da redação)

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar