Canaã dos Carajás

Nova diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais de Canaã toma posse e anuncia projetos para triênio

Canaã deve entrar no circuito mundial de turismo de aventura

Canaã dos Carajás possui uma grande quantidade de produtores rurais que trabalham essencialmente na agricultura familiar. Foto: Divulgação

O empresário Gilvan Pinheiro recebeu do ex-comandante do Sicampo, Carlos Mariano, a presidência do Sindicato dos Produtores Rurais de Canaã dos Carajás. Autoridades municipais, da segurança pública, produtores rurais e comerciantes locais participaram do evento que aconteceu nesta sexta-feira, 7, no Parque de Exposições do município na PA-160, saída da cidade.

Dois grupos concorreram para dirigir a entidade no triênio 2020-2023. Foi uma disputa apertada. A chapa 2, comandada por Gilvan venceu com uma diferença de 4 votos.

Canaã dos Carajás possui cerca de 600 produtores rurais que trabalham essencialmente na agricultura familiar. “Hoje o sindicato tem apenas 113 associados. Vamos iniciar nossos trabalhos fazendo uma campanha para, em 30 dias, dobrar esse numero”, enfatizou Gilvan.

Segundo o empresário Denis da Silva, vice-presidente eleito, ”A mola mestra hoje, no mundo, é o agronegócio. Temos que incentivar mais o produtor em Canaã. O minério é importante, mas temos de valorizar nossa agricultura e a pecuária”, disse.

Em um primeiro momento a nova diretoria quer dar todo o suporte que o produtor rural precisa, ajudando com técnicas, melhoria na qualidade dos produtos, contribuindo também com o empreendedorismo.

A diretoria do Sicampo é composta por seis diretores, seis conselheiros e agora com uma novidade, o sindicato terá mais seis conselheiros de honra. Dessa forma, Gilvan homenageará todos os ex-presidentes, que nós últimos 15 anos comandaram o sindicato rural, para que eles, também possam deliberar nas decisões dos rumos da produção de um dos municípios mais ricos do planeta.

Turismo de Aventura

Uma novidade da recém-empossada diretoria do Sicampo, é desenvolver o turismo e aventura em Canaã dos Carajás, por conta das belezas exuberantes que o município tem como: lagos e cachoeiras.

Além disso, a geografia permite a prática de exportes radicais na zona rural.”O fato de termos a maior jazida de ferro do mundo atrai os olhos das maiores potências econômicas do planeta para cá. Mas poucas pessoas conhecem nossas belezas naturais. Queremos e vamos atrair visitantes do mundo inteiro para Canaã, ajudaremos a gerar mais emprego e renda aos nossos habitantes”, conclui Geraldo Pinheiro da diretoria executiva do Sicampo. (Nyelsen Martins)

 

 

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar