BannachPará

Bannach: Pais de alunos criticam demora no início das aulas e má qualidade no serviço de transporte dos alunos

Foto Divulgação

A falta de planejamento e ineficiência na gestão da prefeita Lucineia Oliveira, do município de Bannach, no sul do Pará, causa transtornos no retorno dos alunos a sala de aula. Os alunos mais prejudicados são os que residem na área rural do município e necessitam do transporte escolar para ir até a escola.

De acordo com o relato de uma mãe de aluno que reside na área rural do município,  as aulas findaram no mês de dezembro, com o encerramento do ano letivo e a prefeitura municipal de Bannach, passou a ter tempo suficiente para realizar o serviço de revisão nos ônibus que fazem o transporte escolar e fazer o serviço de manutenção e reconstrução das estradas principais que são utilizadas como rota do transporte escolar.

A mãe, através de um vídeo, fez um desabafo nas redes sociais, falando sobre o descaso da administração da prefeita Lucineia Oliveira, para com a educação do município. Ao lado do filho uniformizado a mãe fez o desabafo. ‘’Olha pessoal isso aqui é Bannach, meu filho levantou cedo, se arrumou todo para ir à escola, mas o ônibus não passou, a prefeitura teve apenas 3 meses para arrumar os ônibus velhos que fazem o transporte escolar e não arrumou, ele continua quebrado. Ainda tem o problema das estradas que não foram arrumadas no verão e agora está só o atoleiro. É uma tremenda falta de compromisso com a educação de Bannach’’, desabafou a mãe de aluno.

A crítica feita por pais de alunos em relação a má qualidade e falta de conservação dos ônibus tem sido o principal assunto das redes sociais e grupos de  WhatsApp no município de Bannach. A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação da prefeita Lucineia Oliveira para saber quando o transporte escolar estará funcionando de forma efetiva e eficaz no município, mas o contato não foi possível.  Informações de Dinho Santos

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar